Corpo de ilhas

Frete Grátis
Código: 6UD3E5NMU Marca:
R$ 40,00
até 2x de R$ 20,00 sem juros
Comprar Estoque: Disponível
    • 1x de R$ 40,00 sem juros
    • 2x de R$ 20,00 sem juros
    • 1x de R$ 40,00 sem juros
    • 2x de R$ 20,80
  • R$ 40,00 Mercado Pago
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

Estudiosa da contribuição cultural da diápora açoriana na Ilha de Santa Catarina, Lélia Pereira Nunes navega o Atlântico para aproximar culturas e reafirmar nossa ligação afetiva com o arquipélago dos Açores, em crônicas e artigos que nos trazem múltiplos saberes e análises, numa linguagem rica e saborosa

Ao longo dos anos, a professora da UFSC Lélia Pereira Nunes buscou ser uma ponte transcontinental a encontrar as margens do Atlântico, fazer os caminhos do mar e aproximar mundividências. Motivava-a um profundo interesse pela origem da cultura de que faz parte e que aportou em Santa Catarina pelas mãos dos povoadores açorianos há 270 anos, a inequívoca diáspora cultural do distante século XVIII. Sobrevivem o seu patrimônio espiritual, seus valores culturais, que na dinâmica da assimilação cultural sofrida se foram “combinando” ante os novos conhecimentos no Mundo Novo que os acolhia. Sobreviveram e transfiguram na prosa, na poesia, na música, na arte pictórica.

Há cerca de trinta anos, a pesquisadora vêm publicando ensaios e crônicas na imprensa, em revistas culturais e em livros coletivos, unindo-se às muitas vozes açorianas e das comunidades da diáspora, numa inevitável convergência cultural no desafio de dar a conhecer a escrita criativa, a arte da palavra de cada autor em intimidade com sua condição de ilhéu de Santa Catarina, das Ilhas Açorianas e de outras Ilhas dentro de si.

Corpo de Ilhas, que sai pela Dois Por Quatro Editora, de Florianópolis, reúne textos tematicamente próximos, publicados desde 2012, com exceção de dois que são anteriores e que bem integram o conjunto. Embora a crônica seja o gênero literário de eleição, Corpo de Ilhas longe está de ser um livro de um gênero literário específico. São textos que abordam realidades culturais, sentimentos de pertença, histórias comuns e que têm a pretensão de contribuir com o debate sobre a atlanticidade literária.

A obra está dividida em três partes, sob os títulos: “Ilha de Santa Catarina”, “Ilhas Açorianas” e “Outras Ilhas,” em que a osmose transatlântica é o fio condutor que responde por sua unidade. A primeira e a segunda parte exploram as pontes que interligam o nosso mundo ilhas, entrecruzando identidades culturais e mundividências centradas não na unidade e sim na diversidade. A terceira parte, “Outras Ilhas”, reúne textos dispersos por aqui e por ali salvos nesta coletânea. Coligidos não por temas, mas sim pelo espaço geográfico – trata-se de outras ilhas que podem estar na sua cidade natal de Tubarão, no território catarinense ou espalhadas pelo grande arquipélago Brasil, refletindo a realidade brasileira, garimpando memórias, lembrando figuras ícones da cultura nacional e derramando o olhar por outras manifestações da cultura popular.

Como bem escreveu o jornalista e diretor-adjunto do Correio dos Açores, Santos Narciso: Ela está na “ilha de cá”, quando escreve na “ilha de lá”, de tal forma que as ilhas se misturam num rodopio de cor e de festa, de espírito e de vida, só próprios de quem não vê a ilha de cá nem a ilha de lá, mas se sente dentro da ilha ou a ilha dentro de si! (Leituras do Atlântico, 2015).

Corpo de Ilhas é o título desta coletânea de crônicas e comporta várias formas de olhar, de revelar as Ilhas na expressão sentimental das minhas raízes islenhas. Os textos, aqui incluídos, saíram nas Revistas: Atlântica, do Instituto Açoriano de Cultura, IAC (Angra do Heroísmo, Portugal), Correntes D'Escritas, (Póvoa de Varzim, Portugal), Academia Catarinense de Letras (Florianópolis, SC) e na História Catarina (Lages, SC). Sobretudo, foram publicados nos Jornais: Diário dos Açores e Açoriano Oriental (Ponta Delgada, Açores), LusoPresse (Montreal, CA), Portuguese Times (New Bedford, EUA), no suplemento cultural “Maré Cheia” do Portuguese Tribune (Califórnia, EUA) e na coluna de “Opinião” do Diário Catarinense e do Notícias do Dia (Florianópolis, SC). Por último, alguns textos estão inseridos como post no blogue Comunidades/RTP-Açores (http://acores.rtp.pt), do qual há dez anos é uma das coordenadoras.

SOBRE A AUTORA – Lélia Pereira da Silva Nunes é catarinense de Tubarão e cidadã honorária de Florianópolis, onde reside desde 1970. Escritora e professora da UFSC, aposentada. Socióloga de formação e Mestre em Administração Pública (UFSC). Superintendente da Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes /PMF (1997-2004). Pertenceu ao Conselho Estadual de Cultura, tendo sido secretária geral do CEC, atuado nas Câmaras de Patrimônio Cultural e presidido a Câmara de Letras. É Titular da Cadeira 26 da Academia Catarinense de Letras e, atualmente, Secretária Geral da entidade. Sócia Emérita do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina. Integra o Grupo Técnico de Patrimônio Imaterial da DPPC / Fundação Catarinense de Cultura. Eleita para a Associação de Escritores Portugueses-APE em Lisboa; acadêmica honorária da Academia Tubaronense de Letras – ACATUL. Pertence a Casa do Jornalista de SC, ao Instituto Açoriano de Cultura, ao Instituto Histórico da Ilha Terceira e ao Instituto Cultural de Ponta Delgada. Pesquisadora e estudiosa da contribuição cultural da diáspora açoriana na Ilha de Santa Catarina e do Patrimônio Imaterial Catarinense desde 1984 tem dedicado a maior parte do seu trabalho literário à cultura tradicional açoriana no sul do Brasil e nos Açores. Suas referências bibliográficas incluem crônicas, ensaios, biografias. Com expressiva participação em revistas e suplementos literários, antologias e em obras coletivas publicadas no Brasil, na Espanha, nos Estados Unidos e em Portugal. Mantém, mensalmente, uma página com artigos culturais e literários no Diário dos Açores (Ponta Delgada), coluna de crônicas Na Esquina das Ilhas no Portuguese Times (New Bedford) e no LusoPresse (Montreal). Colabora em Opinião, nos jornais  Diário Catarinense e Notícias do Dia (Florianópolis) e Notisul (Tubarão), bem como na Revista História Catarina (Lages) e Jornal de Letras (Rio de Janeiro). Atua no blogue Comunidades da RTP Açores, desde 2008, na difusão da  produção literária das comunidades da diáspora e dos Açores. Outorga da Divina Medalha do Divino, 2017, pela Irmandade do Divino Espírito Santo, de Florianópolis. Homenagem de Reconhecimento do Jornal LusoPresse (Montreal, Ca), 2018. Obras publicadas: Zumblick, uma história de vida e de arte (1993, 2013); Entre Penas e Pincéis (org. 1998); Os Caminhos do Divino: um olhar sobre a Festa do Espírito Santo em Santa Catarina (2007 e 2010); Na esquina das Ilhas (2011).

 

FICHA TÉCNICA

Título: Corpo de Ilhas

Autora: Lélia Pereira da Silva Nunes

Editora: Dois Por Quatro

Ano: 2018

336 páginas

ISBN: 978.85.69609-15-5

R$ 40,00
até 2x de R$ 20,00 sem juros
Comprar Estoque: Disponível
Sobre a loja

É com o espírito livre que se apresenta esta nova editora catarinense. Os pés nas raízes brasileiras, mas olhando globalmente, para além das fronteiras, com curiosidade, atenção e abertura a todos os estilos literários. Traz em seu quadro profissionais com larga experiência no mercado editorial. Publique seu livro com a Dois Por Quatro Editora. Estamos à sua disposição!

Pague com
  • Bcash
  • PayPal
  • Mercado Pago
  • PagSeguro
Selos
  • Site Seguro

MARIA CECILIA PILATI DE CARVALHO FRITSCHE 03093423929 - CNPJ: 19.983.050/0001-64 © Todos os direitos reservados. 2018